sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

A estrada daqui para a frente



Os visitantes mais assíduos deste blog já terão deduzido, pela ausência de novos posts desde o final de 2012, que aconteceu algum problema por aqui. E não estarão muito longe da realidade. Não se trata de um problema específico, mas sim de algumas circunstâncias pessoais que me levaram a rever meus planos para este ano de 2013, com implicações diretas sobre a continuidade do Adverdriving.

Fazer este blog sempre me trouxe muita satisfação, mas a verdade é que de algum tempo para cá eu vinha experimentando um certo cansaço. Em determinados momentos, achava que já tivesse dito tudo o que tinha a dizer. Em outros, percebia que o que sempre fora uma atividade prazerosa ameaçava tornar-se uma obrigação. Além disso - e talvez contribuindo para isso - havia também o cansaço no sentido literal da palavra, um desgaste físico e mental acumulado nos três anos de existência do blog. O fato é que, mesmo nos curtos periodos de férias que me concedi ao longo desses três anos, nunca tirei férias do Adverdriving. Minha paixão por tudo o que se refere a automóveis e automobilismo, somada à empolgação de cobrir eventos como a Autoclásica de Buenos Aires, o Elkhart Lake Vintage Festival e o Eifelrennen de Nürburgring, não permitiu que eu percebesse o cansaço se aproximando. Mas ele chegou, e de um jeito impossível de ignorar.

Esse é um dos lados da questão. O outro é que já há algum tempo eu vinha amadurecendo a idéia de escrever um livro, um projeto que requer uma dedicação praticamente em tempo integral. Entendi que não seria possível escrever esse livro e tocar o blog em paralelo sem comprometer os padrões de qualidade e a periodicidade que sempre me esforcei por manter aqui. Claramente, eu teria que escolher entre uma coisa e outra. E toda escolha, como sabemos, sempre implica uma renúncia.

É assim, com um sentimento em que uma inevitável tristeza se mistura à consciência do dever cumprido, que escrevo este post para comunicar que o Adverdriving, ao menos em sua forma atual, vai ficando por aqui. Foram 215 posts em pouco mais de três anos, sempre buscando trazer um ponto de vista original sobre os temas abordados, e sempre buscando evoluir a cada post tanto em conteúdo quanto na forma. Mas o melhor de tudo foi a oportunidade de aprofundar meus conhecimentos através da pesquisa histórica e principalmente da interação com as pessoas que me honraram e me incentivaram com sua leitura e seus comentários, muitas das quais se tornaram amigos não só no ambiente virtual como também fora dele.

Isso não quer dizer que o meu entusiasmo por temas automotivos tenha diminuido um pingo sequer. Não vou sumir do mapa - pretendo continuar por aí, sempre participando da comunidade de entusiastas, mas agora na condição de leitor de sites e de blogs e frequentador de eventos relacionados ao nosso assunto. Foi assim que o Adverdriving começou, e assim será daqui para a frente.

A todos os que me acompanharam nesta jornada até aqui, o meu muito obrigado de coração. Isto não é um adeus, apenas um até breve. Keep driving!

Um forte abraço,

Paulo Levi

Imagem: "O automóvel passou", tela de Giacomo Balla (1913)