quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Cadê o Mercedes que estava aqui?

Não, você não foi sequestrado por um site pirata tentando se fazer passar pelo Adverdriving. É que hoje o blog inaugura uma nova testeira - a primeira modificação significativa em seu visual em mais de dois anos. Sai o Mercedes 500K Spezial Roadster, entra um automóvel que é praticamente o seu oposto. Mais detalhes sobre o recém-chegado e seu antecessor seguem mais adiante neste post.

Mas por que a mudança? Eu poderia alegar diversos motivos - por exemplo, que estava cansado da testeira original, ou que o blog andava precisando de uma renovação em seu visual. Só que não foi nada disso. Então, vou contar a história exatamente como ela aconteceu,

Em agosto deste ano, eu estava de viagem marcada para Elkhart Lake e queria mandar fazer umas camisetas do Adverdriving. Como eu precisava de uma imagem do Mercedes com o lettering em alta resolução, pedi uma ajuda ao meu amigo Alê Oyamada, que é fera nesse tipo de coisa. No dia seguinte, chega um e-mail do Alê com a adaptação que eu havia pedido, e mais algo totalmente inesperado: três estudos para uma nova testeira, um melhor que o outro. Simpatizei imediatamente com um deles (por sinal, o único com um automóvel cuja identidade não consegui decifrar de imediato) e decidi que aquela seria a nova testeira do Adverdriving. Simples assim. Nada como não depender de pesquisas nem de comitês para tomar decisões.

Achei melhor deixar que o blog completasse o seu segundo ano antes de implementar a mudança, já que isso me daria tempo suficiente para comprar a licença de uso da imagem e providenciar a arte final da nova testeira. A qual agora faz sua estréia oficial, trazendo a imagem de um carro que até merecia ser apresentado através de um quiz mas cuja identidade vou revelar sem mais rodeios: é um Austin 10 Lichfield, versão um pouco mais civilizada (ou menos espartana) do lendário Austin 7, o carro que mais do que qualquer outro foi responsável por motorizar os súditos de Sua Majestade. Por coincidência, seu ano de fabricação, 1935, é exatamente o mesmo do Mercedes 500 K da testeira anterior.

Com suas dimensões liliputianas e suas linhas decididamente verticais, o Austin 10 tem uma aparência um tanto cômica que contrasta radicalmente com a elegância quase arrogante do 500 K. Se o Mercedes é uma femme fatale à la Marlene Dietrich em O Anjo Azul, o Austin é uma anônima corista do teatro de revista londrino, com uma voz esganiçada e um sotaque cockney impossível de disfarçar. Mas o carrinho é simpático, irradia bom humor e tem uma leveza que o torna mais apto a enfrentar as realidades do mundo atual. A sensação de leveza é complementada pelo layout da nova testeira, onde o carro parece estar em movimento.

E agora, algumas palavras de despedida sobre o Mercedes-Benz 500 K. Ele e seu sucessor, o 540 K, são indiscutivelmente o ponto mais alto da indústria automobilística alemã no período anterior à Segunda Guerra, comparáveis em tudo aos melhores esforços de marcas como Bugatti, Duesenberg e Alfa-Romeo. Um indicativo de seu prestígio é o preço alcançado há poucos meses por um 540 K no leilão da RM Auctions em Monterey: US$ 9,680.000, recorde absoluto para um automóvel da marca Mercedes-Benz.

O Mercedes tem sido um excelente companheiro de viagem durante esses dois primeiros anos do Adverdriving, mas agora está na hora de voltar para a garagem e deixar que outro carro assuma esse papel. Auf wiedersehen, Spezial Roadster - e welcome aboard, Austin Ten!


Agradecimento especial: Alê Oyamada, pela criação da nova testeira, e Ivan Querino (http://www.ivanquerino.net) pelo trabalho de finalização

16 comentários:

Irapuã disse...

Parabéns a você pelos 2 anos do excelente blog, verdadeira fonte de informações e cultura automotiva.
E é claro, pela nova apresentação. Ficou leve e divertida. Confesso, eu não identificaria o Austin.
E parabéns é claro ao designer Alê.

Paulo Levi disse...

Caramba, Irapuã, esses comentários vindos de você são um alto elogio. Fico feliz por você ter gostado da nova testeira, e estou certo de que o Alê ficará também. Obrigado!

Um abraço,
Paulo

Belair disse...

Parabens Mr.Levi,foram 2 otimos anos,e espero que tenhamos esse blog por muitos e muitos anos ainda.
Acertei somente que era ingles,acho que por ser parecido com o 7.E voce tem razao: e' divertido.

Francisco J.Pellegrino disse...

Parabéns pela nova testeira, muito bonita, excelente trabalho e vc continua mandando muito bem, vamos todos juntos para mais muitos anos de bastante aprendizado e diversão.

Grande abraço.

JT disse...

Sabe o problema de ter um blog bem conceituado? É que os outros vão querer sua opinião para tudo!

Nosso último post tem relação com publicidade automotiva, então compartilhamos o link:

http://www.mplafer.net/2011/12/publicidade.html

Paulo Levi disse...

Belair e Chico, obrigado pelas palavras de incentivo - é muito bom poder contar com a participação sempre enriquecedora de vocês. E fico feliz que tenham aprovado a nova testeira!

Abraços,
Paulo

Paulo Levi disse...

JT, obrigado pela visita e pelos comentários! Li o seu texto sobre o banner da Volvo e acho que você tem toda a razão. Aproveitando a sua deixa, já deixei minha opinião sobre o assunto registrada no www.mplafer.net.

Um abraço,
Paulo

JT disse...

Caro Paulo Levi,

Sou grato pelas suas mensagens enriquecedoras. O site do MP já tem mais de 10 anos, mas só agora abri a seção de comentários.

Abraços,
Jean

Joel Gayeski disse...

Taí uma coisa que gosto nos teus posts Paulo.
Sempre tem uma história legal de fundo.

Keep it up!

Paulo Levi disse...

Obrigado, Joel! Fico aliviado em saber que você, na qualidade de apreciador dos automóveis Mercedes-Benz, não ficou chateado com a mudança de testeira.

Um abraço,
Paulo

Paulo Levi disse...

Jean,
Não tem do que me agradecer - foi uma honra ser chamado a expressar meu ponto de vista sobre essa questão. Longa vida ao Clube do MP Lafer e ao site que você pilota com maestria.

Um abraço,
Paulo

Guilherme da Luz disse...

Olá Paulo,

Belo site, excelente matéria. Mas bem que a Diagio poderia ficar quieta e deixar passar esse Joao. Belo logo e não dá pra comprar 100% uma coisa com a outra. Falando em cultura automotiva, lancei um site sobre seguro de automóveis e pergunto aos maiores blogueiros do Brasil: Qual é a melhor estrada que você já dirigiu? Ao responder, irei linkar o seu site e sortear uma camisa da ferrari e o valor de um tanque de combustível. Paulo, conto com você! Um abraço, Guilherme

Felipe Mortara disse...

Parabéns ao Alê pela bela e harmônica nova testeira. A antiga havia sido feita de coração, mas nas coxas, já que sou inábil com essas coisas visuais!
Bom 2012!

Paulo Levi disse...

Pode deixar, Felipe, vou transmitir os parabéns ao Alê. Mas não concordo de jeito nenhum que a testeira anterior tenha sido feita "nas coxas". E digo mais: se você não tivesse dado aquele empurrãozinho dois anos atrás, incluindo a ajuda com a testeira, talvez o Adverdriving nem existiria.

Um abraço, e uma ótima continuação de ano pra você!
Paulo

Alê Oyamada disse...

Paulão, ficou ótima a testeira no blog! Vendo ela aplicada ao site percebo que ela caiu bem, ficou harmônica. Maravilha! Estou aqui me deleitando com seus textos, Paulão. É muito gostoso ler uma descrição precisa, um texto claro sem excessos nem faltas, na medida exata. Eu particularmente me sinto muito respeitado como leitor quando percebo que o autor teve um cuidado de lapidação do texto e não saiu escrevendo desvairadamente. Mas melhor ainda que a lapidação do texto é a lapidação das idéias. E nisso você foi sempre um exemplo, Paulão, desde os tempos da Lew,Lara. Bacana. Grande abraço, Paulão! Alê. Ah! E obrigado a todos que elogiaram o logo, e Fê, o que dá a beleza de alguma coisa é o sentido e a história por trás dela, portanto, pode ter certeza absoluta que o antigo logo tem muita beleza contida nele. ABRAÇOS!

Paulo Levi disse...

Alê, você é o pai da criança. E como pôde ver, ela está agradando a todos e ajudando a dar um novo gás ao Adverdriving. Uma vez mais, obrigado por esse belo trabalho e pela iniciativa em fazê-lo (você sabe que eu jamais usaria a palavra proatividade...bleargh) - e, muito especialmente, pelos teus comentários sobre o meu trabalho aqui no blog e em outras paragens.

Um grande abraço e feliz 2012,

Paulo