sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Lombrigas bizantinas grelhadas

Adoro um texto de humor - e se tiver automóvel no meio, melhor ainda. Só não me aventuro pelo gênero porque reconheço que me falta o dom.

Dito isso, a inspiração para o post de hoje vem de um texto originalmente escrito em espanhol e publicado em um site automotivo que terá a sua identidade preservada para evitar constrangimentos. Ele fala sobre o IKA Bergantin, um carro argentino do início dos anos sessenta que é fruto de um improvável acasalamento entre os motores da Kaiser americana e o monobloco do Alfa Romeo 1900. Não sei quem o escreveu, mas estou certo de que a pessoa não teve a menor intenção cômica ao fazê-lo.

Só que, por obra e graça de algum software de tradução (recuso-me a pensar que possa haver seres humanos envolvidos nisso) a versão desse texto para o inglês, publicada ao lado do original, virou uma pérola do humor involuntário. Ficou tão hilária que achei que merecia uma "versão da versão" em português. E foi o que fiz, procurando me manter o mais fiel possível a ela.

Então, vamos por etapas:

Texto original em espanhol


Versão para o inglês


Por fim, a versão-para-o-português-da-versão-para-o-inglês
O Bergantin foi o produto de um acordo de complementación entre Alpha Bizantina e a Kaiser. O marco italiano fornecia à IKA os moldes para realizar a carroceria e as suspensões dianteiras, enquanto IKA acrescentava ao projeto os motores dele 4 e 6 cilindros, caixa de velocidades e a transmissão do Jeep e da Estanciera.

O motor de 4 cilindros de 2.480 cm3 uma potência de 76,6 hp tingidos que desenvolvia uma velocidade de 135 km/h; o de 6 cilindros de 3.707 cm3 lombriga 115 hp e tinha orgasmos até 160 km/h. A carroceria era igual à do Alpha 1900 Berlin, a única diferença eram os altos rolos dianteiros que cobriam as três tradicionais grelhas dos italianos.
Deu pra entender por que eu não ponho nem a pau um desses widgets de tradução aqui no Adverdriving?

Imagem thumbnail: arte do cartunista Benito Jacovitti, publicada em Il Corriere della Sera.

7 comentários:

Joel Gayeski disse...

esses translators and sacanations são uma desgraça pra não dizer coisa pior.
Paulo, mantenha-se assim.

Ron Groo disse...

Impressionante. Também não curto estas traquitanas que prometem tradução.
Lingua, seja ela qual for - é um treco vivo, em expansão e crescimento (menos o latim) e a tecnologia, por melhor que seja, nem sempre acompanha.

Paulo Levi disse...

Esses translators tabajators são bem ruinzinhos - mas grave mesmo é não revisar o resultado antes de por no ar. Aí, é dar a cara pra bater.

Anônimo disse...

Paulo : dê uma olhadinha neste site --o carro do Pato Donald

http://www.uhull.com.br/02/07/carro-do-pato-donald-versao-real-life/ Abraços Dilermando - Vitória -Es

Paulo Levi disse...

Anônimo, eu vi e achei muito bacana. E o mais curioso é que essa réplica do 313 parece ter sido construída na Islândia, já que atrás dela há uma placa escrita em islandês.

marilia disse...

Hilário!
Muito legal o seu blog!
Um beijo,
Marilia

Michel Freidenson disse...

Paulo, eu entenda direitinho todo que ela fala nessa texto.Toma 3 snaps e 4 chopps para falava em 4 idiomas.

Parabéns mais um post campeão !
Abração
Michel