domingo, 25 de julho de 2010

Jocko Maggiacomo, um herói quase esquecido


À primeira vista, o personagem da foto poderia ser confundido com um piloto argentino ou gaúcho de turismo carretera - mas não é bem assim. Trata-se de Jocko Maggiacomo, um americano que competiu quase que exclusivamente em categorias menores na região nordeste dos Estados Unidos. E que um dia protagonizou um dos mais impressionantes atos de bravura já vistos na história do automobilismo.

Aconteceu nas 12 Horas de Sebring, segunda prova do campeonato mundial da categoria esporte protótipos de 1964. Maggiacomo estava inscrito como piloto reserva da equipe Alpine-Renault, mas nem chegara a por as mãos no volante. Sem muito o que fazer, limitava-se a acompanhar a corrida como um espectador qualquer.


Faltando pouco para o final, houve um terrível acidente: o Shelby Cobra de Bob Johnson colidiu na traseira do Alfa Romeo TZ do italiano Consalvo Sanesi, arremessando-o contra uma mureta entre a pista e os boxes. O carro explodiu em chamas, com Sanesi preso em seu interior.


Em meio ao pânico geral, Maggiacomo não teve dúvidas: atirou-se em meio às labaredas que consumiam a Alfa e arrancou Sanesi de dentro do carro. O italiano havia sofrido graves queimaduras nos braços e na cabeça - o fogo já começara a derreter seu capacete - mas felizmente estava vivo. Com o tempo recuperou-se, mas nunca mais participou de corridas.

De obscuro piloto de província, Jocko Maggiacomo tornou-se o herói do momento. Principalmente para os italianos da Alfa Romeo, para quem o veterano Sanesi - seu principal piloto de testes desde o final dos anos 40 - era praticamente uma lenda viva. Por sua corajosa ação, o americano foi convidado a viajar à Itália para receber as homenagens do jornal Corriere Lombardo e de entidades automobilísticas locais.

De volta aos EUA, Maggiacomo retomou a rotina de trabalho em sua oficina de Poughkeepsie, no estado de Nova York, participando ocasionalmente de competições regionais. Faleceu  em 1997, aos 83 anos.

Neste ano em que se comemora o centenário da Alfa Romeo, Consalvo Sanesi certamente terá seu nome lembrado ao lado de outras personalidades ilustres da marca, como os engenheiros Vittorio Jano, Gioacchino Colombo e Orazio Satta. Mas como a areia movediça do tempo fez que o nome do salvador de Sanesi submergisse no esquecimento, é pouco provável que ele seja citado nas comemorações oficiais. Aconteça o que acontecer, fica aqui registrada a homenagem deste blog a um herói chamado Jocko Maggiacomo.


Imagens: www.near1.com (Jocko Maggiacomo); www.zagato-cars.com (incêndio Alfa Romeo TZ)

Nenhum comentário: